Assinatura RSS

O CRIME MISTERIOSO DO BANDIDO CRITERIOSO – roberto prado e alexandre costa

Publicado em

QUARTO CAPÍTULO – {LEIA AQUI O TERCEIRO CAPÍTULO}

(Passos correndo)
(porta batendo)
(tosse engasgada)

Régio Campos D’Orvalho (arfando) – Legina, Legina, você não acredita no que me aconteceu na rua, eu estava fazendo malabarismo com aquele vaso de cristal da sua avó quando… (interrompido)

Legina Herena – … Você quebrou o vaso de cristal de minha bisa, veja bem, bisavó? Estava guardando aquela relíquia para por no prego e você quebrou… (interrompida)

Régio Campos D’Orvalho – Quebrei nada mulher, quebrei nada, não me interrompa quando estou falando com você… (interrompido)

Legina Herena – Régio com quem você pensa que está falando, com quem me diga? Vamos devolva-me o vaso de minha bisavó antes que eu te mostre o que é mesmo um acidente tendo você, você mesmo, como a principal e única vítima, seu traste dos… (interrompida)

 (Música incidental)

 Locutor – Como parece, a discussão do casal vai longe e o tempo urge, vamos interromper essa cena e vamos focar nossas atenções para o fulcro desse drama.

 (Música incidental)

 Eriberto da Costa (choro e ranger de dentes) – Márcio, Márcio não volte prá Marte, sem você nunca mais vou resolver um crime, Márcio você é o único amigo que eu tenho nesse mundo, Márcio sem você não terei coragem para fazer a tatuagem de sereia em minhas costas… (choro e ranger de dentes)

(som de copo sendo cheio)
(som de líquido sendo engolido)

Eriberto da Costa – De volta aos mistérios, às pistas, às taras do meu chefe, aos seus cigarros que esse covarde tem medo de fumar, a uísque que ele tem medo de beber e mais tarde à tatuagem que a mulher dele o proíbe de fazer… Márcio você tinha me prometido levar para marte… Como diria minha prima Legina Herena, vocês homens são todos iguais…

(música triste, choro, soluço)

Locutor – O que será que Régio Campos D’Orvalho iria contar para Legina Herena? Teria intuído algum ouvinte que Legina Herena era prima de Eriberto da Costa? Em meio a tantos dramas paralelos haverá tempo hábil para Dr. Epiphanio Luzico desvendar esse terrível crime hediondo?

(música incidental muito dramática)

FIM DO QUARTO CAPÍTULO

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: